Solenidade de Santa Escolástica
Celebração, encontro fraterno e bênção


Ação de graças, a alegria do encontro fraterno entre irmãos e irmãs beneditinos e a bênção da escultura de Santa Escolástica marcaram este dia de festa em nosso mosteiro.
Os monges da Cela de São José, casa dependente da Abadia São Geraldo, acompanhados pelo Sub-Prior D.Cristiano Oliveira,osb e o superior da casa D.Plácido Guarnieri,osb, rezaram conosco as 1as. Vésperas da Solenidade, no domingo à tarde, seguido de um lanche, num encontro alegre e fraterno. D.Justino de Almeida Bueno,osb, monge do Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro também estava presente. Durante esta semana, ele ministra o curso “João Cassiano e suas Obras Monásticas” para nossa comunidade. No dia 10, D.Justino presidiu a Eucaristia. Após a oração de Noa, ele também abençoou a escultura de Santa Escolástica no claustro, idealizada por nossa Ir.Ângela,osb. Como diz a oração da bênção, “que possamos seguir os passos do Senhor, e imitando o exemplo de Santa Escolástica, procuremos atingir a estatura perfeita até a medida da plenitude de Cristo. Que os povos da terra proclamem a sabedoria dos santos. E através de nossa oração, continuemos a anunciar, cantando, os louvores que eles merecem”.
Santa Escolástica, irmã gêmea de São Bento, é festejada de modo muito especial nos mosteiros beneditinos femininos. Considerada a primeira monja beneditina, ela se consagrou a Deus desde jovem e seguiu o irmão em Subiaco e depois em Cassino, onde estabeleceu o seu mosteiro ao pé de uma montanha. Bento descia uma vez por ano para ver a irmã. Sobre a sua vida, a única fonte histórica são os capítulos 33 e 34 do segundo livro dos Diálogos de São Gregório Magno.