SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR
16º Aniversário da Bênção Abacial de Madre Martha Lúcia


“Agnum Iugiter Sequi” - Seguir o Cordeiro Continuamente (Ap 14,4) – lema abacial de nossa Madre Martha Lúcia. Solenidade da Ascensão do Senhor. No Regina Coeli do último domingo, na Praça de São Pedro, o Papa Francisco lembrou que a comunidade cristã é uma comunidade “em saída”, “em partida”. Mais que isso: a Igreja nasceu “em saída”. Seguir, sair, partir... O próprio Cristo nos envia a propagar sua missão. O próprio Cristo envia nossa querida Madre a prolongar sua missão à frente de nossa comunidade. As comunidades de clausura também são chamadas a ser uma Igreja em saída, em partida, no seguimento de Cristo. O Papa Francisco nos chama a atenção em sua mensagem, com especial delicadeza e graça. “E vocês me dirão: mas e as comunidades de clausura? Sim, também aquelas, porque estão sempre “em saída” com a oração, com o coração aberto ao mundo, aos horizontes de Deus. E os idosos, os doentes? Também eles, com a oração e a união às chagas de Jesus.”
Mensagem também destacada pelo celebrante da Eucaristia, Pe.Carlos Alberto Cirto de Oliveira, da Congregação Oblatos de Maria Virgem, e o concelebrante Pe.Valdeir dos Santos Goulart, das Edições CNBB, Pe.Carlos Alberto lembrou que todos nós devemos “partir em missão e ser geradores da fé”. “Devemos ter a dignidade de sermos geradores na fé; os pais devem gerar a fé nos próprios filhos, que já geraram para a vida, mas a tarefa mais importante que os pais devem cumprir é passar para os filhos uma outra vida, que concedam a eles abrir as portas às obras de Deus. E nós somos a Igreja que deve gerar filhos. Cada sacerdote é um Mestre na fé, cada consagrado e consagrada, cada cristão deve exercitar-se no seu ministério profético, não colocando ou batendo na cabeça dos outros teorias ou deveres morais, mas gerando. Uma coisa é falar para convencer uma pessoa, outra é falar para dar a uma pessoa um caminho de vida nova, é oferecer para ela um caminho de regeneração”.
Com estas palavras a comunidade do nosso Mosteiro celebrou dia tão festivo, inserindo-o na ação de graças pelos 40 anos de fundação de nosso mosteiro, no próximo dia 21 de julho. Exposições nas oficinas, orações e cantos em procissão lembrando uma Igreja peregrina, um mosteiro em missão nos ajudaram a aprofundarmos, alegrarmo-nos e louvarmos a Deus pela vida monástica e a presença de Cristo entre nós.
Durante Vésperas, unindo-nos a toda Igreja, iniciamos a Semana de Unidade pelos Cristãos, com preces especiais, também em preparação para Pentecostes. No sábado, 07/06, teremos a Vigílias às 23h15. No domingo, a Eucaristia da Solenidade de Pentecostes será às 8h30. “Ó vinde, Espírito Criador, as nossas almas visitai. Os nossos corações enchei com Vossa graça divinal!”