MADRE DOROTÉIA RONDON AMARANTE,OSB
28-02-1916  07-06-2015


1ª Abadessa do Mosteiro Nossa Senhora da Paz
LEMA ABACIAL
“AMORIS OFFICIUM PASCERE”
(APASCENTAR É SERVIÇO DE AMOR)

Nascimento: 27 de fevereiro de 1916, em Paris
Batismo: 9 de maio de 1916, na Igreja Saint-Pierre, da paróquia de Nevilly-sur-Seine, da diocese de Paris
Primeira Eucaristia: 25 de dezembro de 1922
Filha de Maria: 27 de dezembro de 1930
Entrada na Abadia de Santa Maria: 30 de janeiro de 1936
Vestição: 14 de agosto de 1936
Primeira Profissão: 15 de agosto de 1937
Profissão Solene e Consagração Virginal: 15 de agosto de 1940
Partida para a fundação de
Santa Escolástica (Argentina): 12 de setembro de 1941
Regresso à Abadia de Santa Maria: 26 de maio de 1944
Jubileu de Prata de Profissão Monástica: 15 de agosto de 1962
Partida para o Mosteiro N.Sra.da Paz: 21 de julho de 1974
Benção Abacial: 9 de setembro de 1983
Jubileu de Ouro de Profissão Monástica: 15 de agosto de 1987
Resignou em 27 de dezembro de 1993
Jubileu de Diamante de Profissão Monástica: 15 de agosto de 1997
Onomástico: 06 de fevereiro (Santa Dorotéia, Virgem e Mártir)
Adormeceu no Senhor em 7 de junho de 2015 (10º Domingo do Tempo Comum)

Me. Dorotéia Rondon Amarante entrou na Abadia de Santa Maria com 19 anos de idade.Era filha de D.Aracy Rondon Amarante e Emanuel Silvestre do Amarante e neta do Marechal Cândido Mariano Rondon. Nasceu em Paris, na França, pois na época, seu pai aí se achava, enviado a serviço pelo Governo brasileiro. Seus pais retornaram ao Brasil logo depois de seu nascimento. Conviveu com a Madre Fundadora da Abadia de Santa Maria, Me. Gertrudes da Silva Prado,osb, sendo designada por ela para ajudar na fundação do Mosteiro Santa Escolástica, na Argentina, vivendo neste país por quase três anos. Notável artista, foi responsável pelo impulso no trabalho artesanal do Mosteiro. Fez parte do grupo das fundadoras do Mosteiro Nossa Senhora da Paz, sendo designada pela Abadessa da Abadia de Santa Maria, Me. Rosa Queiroz, como a Prioresa. Em 1983, quando o Mosteiro foi erigido a Abadia, tornou-se a 1ª Abadessa. Graças a sua dedicação viu a comunidade florescer no trabalho pelo Reino de Deus, através da vocação beneditina.
Adormeceu no Senhor na tarde de 7 de junho de 2015, X Domingo do Tempo Comum, aos 99 anos de idade e 77 anos de profissão, após uma intensa participação na Paixão de Cristo. Cercada pela coroa de suas irmãs, que a acompanhavam com cantos e orações, ela partiu tranquila e serena para a Casa do Pai, munida pelos Sacramentos da Igreja.
Nossa gratidão e orações em ação de graças por tão grande dom que Deus nos concedeu durante
todos esses anos!
Agradecemos também todas as manifestações de carinho e caridade fraterna que recebemos por ocasião da páscoa de nossa querida Madre Doroteia.
Veja em Palavra da Abadessa, a Conferência de Madre Martha Lúcia sobre Madre Dorotéia.